Utilizamos cookies e outras tecnologias de medição para melhorar a sua experiência de navegação no nosso site, de forma a mostrar conteúdo personalizado, anúncios direcionados, analisar o tráfego do site e entender de onde vêm os visitantes. Ao utilizar nossos serviços, você concorda com tal monitoramento.

Auto-sabotagem

Escrito por

Tenho tentado de diversas formas por em ordem as minhas ideias. Organizar tudo que vem acontecendo comigo em busca de um caminho, uma direção para poder seguir adiante. Às vezes eu me sinto perdida, sozinha, incapaz de assumir o controle. Quanto mais as coisas começam a dar errado, mais eu me afundo no desespero de tentar encontrar uma saída. Seria muito atrevimento da minha parte dizer que tudo parece me levar à este caminho? Que aos poucos eu estou sendo arrasta? Não sei. Talvez eu mesma tenha procurado por isso. Por tantas vezes eu ignorei os detalhes, as pessoas e até mesmo o que eu sentia em troca de nada. Eu desacreditei de tudo por medo ou vergonha.

Há tempos eu tenho arranjado desculpas e mais desculpas, para justificar a minha falta de coragem. Sempre colocando a culpa em alguém ou no tempo... Talvez não seja a hora certa ou a pessoa certa. Ou talvez... Quantas vezes eu usei essa mesma palavra para explicar o motivo de eu estar desistindo, sem tentar. Sim, eu que sempre uso o clichê: Faça o que tiver vontade, sem medo de dar errado. Pois é. Parece que eu tenho feito o oposto disto. Uma auto-sabotagem. Não sei se essa palavra existe, mas se existir, talvez ela seja capaz de explicar o que eu venho fazendo comigo mesma. Quem sabe, ela ainda possa me trazer de volta. Me mostrar onde foi que eu me perdi.

Imagem fonte

2/52 - Tea time!

Escrito por
Já disse algumas vezes que eu adoro tirar fotos ( dos outros ). Como uma boa menina tímida, dificilmente eu saio em alguma, como por exemplo as fotos deste post. Eu fiquei um tanto enjoada e não quis sair em nenhuma. Para ser sincera, a verdade é que esta semana tinha gente demais em casa para eu ficar posando para foto, mas enfim. Esta semana eu comecei a ler Belle é um dos livros da autora  Lesley Pearse , lançado em 2012 pela  Editora Novo Conceito . No próximo post eu vou falar um pouquinho mais sobre ele. ♥ ♥ Louca por cinco minutos. Nisso que dá ficar brincando com a webcam. ♥ :D Meu presente de Natal para minha mãe. Não sou fã do Elvis, mas gosto de assistir com a minha mãe. Já perdi as contas de quantas vezes ela assistiu esse.  Cadê o foco? Enfim... A…

O que eu li + sorteio: A garota que podia voar

Escrito por
Sabe quando você encontra aquele livro que te deixa encantada. Então, pensei em várias formas de começar este post, mas confesso que ainda estou vivendo cada detalhe desta história. Quando eu recebi este livro da editora Autores Associados , eu achei que talvez não fosse gostar tanto por se tratar de um livro voltado a um público mais jovem, mas, para minha surpresa, eu estou apaixonada pela história. O livro conta a história de uma garotinha – Piper – que tem o dom de voar. Um talento que não é bem visto pelos seus pais – Betty e Joe McClouds – que diziam que isso não era coisa de Deus e a proibiram de tirar os pés do chão para ninguém soubesse do seu “problema”. Piper que amava o seu dom e não queria perde-lo. Não há nada nessa vida que seja fácil para nenhum de nós, filha. Ca…

1/52 - 52 Weeks

Escrito por
Enfim eu tomei coragem para começar o projeto. Para quem não conhece, o projeto" 52 semanas " surgiu no flickr e consiste em tirar uma foto do que aconteceu na semana ou sobre algum tema de sua escolha, durante um ano (por isso 52 semanas). 52 Weeks: Essa semana eu começo o projeto. As fotos não terão nenhum tema específico e serão bastante diferentes uma das outras. Como não costumo tirar várias fotos no mesmo dia, eu vou postar as minhas favoritas da semana. A postagem será feita toda segunda-feira. ♥ ♥ ♥ Gordices do sábado. ♥ Beijão meninas.

Um novo ano, uma nova mudança

Escrito por
No começo de cada ano, eu sempre me imagino fazendo e descobrindo tantas coisas, sabe? Quem não passa por isso? Acho que é como um ritual. Todos nós precisamos nos impor metas e aventuras novas. Costumo acreditar que o ano que está começando é uma nova chance para mudar. De criar coragem, sabe? Perder esse medo bobo de tudo que é novo. Afinal, nada acontece para quem tem medo de dar o primeiro passo. É durante a queima de fogos que eu relembro todos os 365 dias passados. Todos os erros, os novos amigos, os momentos que ficaram guardados para sempre. Mas é também neste momento que eu penso em tudo o que virá. Nos novos erros, os novos amigos e nos grandes dias que farão que este novo ano seja tão bom ou melhor do que foi este ano que acabou. Imagine tudo o que está por vir. Imagine …