Vento do Leste

Um mundo literário com doses do cotidiano

Destaques

Imagem de capa do card
[Resenha] Eu Perdi o Rumo, de Gayle Forman

É uma história que une três pessoas que se sentem perdidas, mas que vão descobrir que não estão sozinhas.

Ler o post
Outras postagens
Imagem de capa do card
As 10 capas mais bonitas da minha estante
Ler o post
Imagem de capa do card
Mulheres marcantes na literatura #2
Ler o post

Últimas resenhas

Últimas resenhas

Eu Perdi o Rumo

Editora Arqueiro

Ler o post

O Jardim Esquecido

Editora Arqueiro

Ler o post

Por uma Questão de Amor

Editora Novo Século

Ler o post

Uma noiva para Winterborne

Editora Arqueiro

Ler o post

Uma Dama Fora dos Padrões

Editora Arqueiro

Ler o post

Quinze Dias

Editora Globo Alt

Ler o post

Anuncio

Citação: Eu quero, eu preciso, eu tenho que ser menos!

Eu preciso aprender a ser menos. Menos dramática. Menos intensa. Menos exagerada. Alguém já desejou isso na vida: ser menos? Pois é. Estranho. Mas eu preciso. Nesse minuto, nesse segundo, por favor, me bloqueie o coração, me cale o pensamento, me dê uma droga forte para tranqüilizar a alma. Porque eu preciso. E preciso muito. Eu preciso diminuir o ritmo, abaixar o volume, andar na velocidade permitida, não atropelar quem chega, não tropeçar em mim mesma. Eu preciso respirar. Me aperte o pause, me deixe em stand by, eu não dou conta do meu coração que quer muito. Eu preciso desatar o nó. Eu preciso sentir menos, sonhar menos, amar menos, sofrer menos ainda. Aonde está a placa de PARE bem no meio da minha frase? Confesso: eu não consigo. Nada em mim pára, nada em mim é morno, nada é pouco, não existe sinal vermelho no meu caminho que se abre e me chama. E eu vou... Com o coração na mochila, o lápis borrado, o sorriso e a dúvida, a coragem e o medo, mas vou... Não digo: "estou indo", não digo: "daqui a pouco", nada tem hora a não ser agora. Existe aí algum remedinho para não-sentir? Existe alguma terapia, acupuntura, pedras, cores e aromas para me calar a alma e deixar mudo o pensamento? Quer saber? Existe. Existe e eu preciso. Preciso e não quero.
(Fernanda Mello)
  1. Acabei de me ler nesse texto! Lindo *-*

    ResponderExcluir
  2. Nossa, amei esse texto! Eu me sinto muito assim, vivo dizendo que sou "intensa demais" (minha mãe diz que é porque sou de sagitário, haha). às vezes a gente precisa dar uma acalmada e até tentar "dramatizar" menos as coisas, eu tenho uma tendência muito forte de dar as coisas e acontecimentos uma importância maior do que eles têm, e isso acaba até estressando... O bom mesmo é levar a vida de forma mais leve e menos... Bem, menos. rs
    Beijos!!

    Ann;
    Vinte & Poucos

    ResponderExcluir
  3. Olá, Michelly!
    Gostei do texto! Eu preciso "ser menos" urgentemente! Tenho tendência de sempre ser "mais". :/
    Tenha uma maravilhosa semana!
    Beijos!

    ResponderExcluir
  4. nossa vc escreve muito bem... e somos parecidas... eu preciso que me apertem o pause tbm...

    http://afterinfinite.blogspot.com/

    ResponderExcluir

@oventodoleste