Vento do Leste

Um mundo literário com doses do cotidiano

Destaques

Imagem de capa do card
[Resenha] Eu Perdi o Rumo, de Gayle Forman

É uma história que une três pessoas que se sentem perdidas, mas que vão descobrir que não estão sozinhas.

Ler o post
Outras postagens
Imagem de capa do card
As 10 capas mais bonitas da minha estante
Ler o post
Imagem de capa do card
Mulheres marcantes na literatura #2
Ler o post

Últimas resenhas

Últimas resenhas

Eu Perdi o Rumo

Editora Arqueiro

Ler o post

O Jardim Esquecido

Editora Arqueiro

Ler o post

Por uma Questão de Amor

Editora Novo Século

Ler o post

Uma noiva para Winterborne

Editora Arqueiro

Ler o post

Uma Dama Fora dos Padrões

Editora Arqueiro

Ler o post

Quinze Dias

Editora Globo Alt

Ler o post

Anuncio

O que eu li: Por que os homens amam as mulheres poderosas?

Por que os homens amam as mulheres poderosas?
Autor: Sherry Argov
Editora: Sextante
A partir de centenas de entrevistas, a autora descobriu as principais atitudes que diferenciam as mulheres boazinhas das poderosas e as reuniu neste livro bem-humorado e transformador. Com histórias engraçadas e exemplos práticos, ela ensina tudo o que você precisa saber para deixar qualquer homem aos seus pés.

Eu já disse algumas vezes que não gosto muito de livros de auto-ajuda, mas, assim como eu disse no outro post, eu sempre ganho alguns. E algumas vezes os livros são até interessantes. A melhor parte de ler um livro desse gênero é que, a grande parte deles, são muito engraçados. Então por mais que você não goste, acaba se divertindo junto com o livro. Mas enfim.
Por que os homens amam as mulheres poderosas? é um guia prático direcionado às "mulheres boazinhas". As mulheres que sempre fazem de tudo para agradar a pessoa que amam. Que não medem esforços para satisfazer a vontade dos homens. Destinado às mulheres que são um tanto carentes. É um livro repleto de dicas, conselhos, de como agir em determinadas situações. Do que você deve fazer ou nunca deve fazer.

A autora descreve a mulher poderosa como uma pessoa amável, porém decidida. Confiante. Que sabe o que quer, que conhece as suas qualidades e defeitos. Mas, principalmente, é a mulher que não abre mão da sua vida por ninguém. O que não quer dizer que às vezes (e só às vezes), ela não possa adiar algo que queira fazer para manter um bom relacionamento. Se ela o fizer, será por escolha própria.

Já a mulher boazinha é aquela que se entrega cegamente. Que faz apenas o que o outro quer, achando que assim irá manter o relacionamento. É aquela mulher que se ele ligar, ela sairá correndo. Basicamente, é a mulher que se dá por inteiro esperando o mesmo em troca (o que vamos confessar que nunca acontece).

O livro traz versões engraçadas, porém verdadeiras de diversas situações e relaciomentos. Além, é claro, de mostrar como os homens se comportam com a mulher boazinha e com a mulher poderosa.
Como eles se sentem quando lidam com uma mulher possessiva e carente. E como se sentem desafiados com uma mulher que sabe se impor.

Talvez esse não seja o seu tipo de leitura, mas vale a pena conhecer.

Lembrando...

Nesse domingo (19) tem o segundo dia do Encontro de Blogueiros na Bienal, às 13h30m, no stand na Editora Biruta. + mais detalhes no blog da Bianca: HelloStar.
  1. Ainda não tive a oportunidade de ler, mas parece ser muito bom. Adorei conhecer você no encontrinho viu *-*

    ResponderExcluir

@oventodoleste