Vento do Leste

Um mundo literário com doses do cotidiano

Destaques

Imagem de capa do card
As 10 capas mais bonitas da minha estante

Hoje eu separei os livros que antes de tudo foram escolhidos pela capa e eu guardo com muito carinho na minha estante.

Ler o post
Outras postagens
Imagem de capa do card
[Resenha] O Jardim Esquecido, de Kate Morton
Ler o post
Imagem de capa do card
Mulheres marcantes na literatura #1
Ler o post

Últimas resenhas

Últimas resenhas

O Jardim Esquecido

Editora Arqueiro

Ler o post

Por uma Questão de Amor

Editora Novo Século

Ler o post

Uma noiva para Winterborne

Editora Arqueiro

Ler o post

Uma Dama Fora dos Padrões

Editora Arqueiro

Ler o post

Quinze Dias

Editora Globo Alt

Ler o post

Baía dos Suspiros

Editora Arqueiro

Ler o post

Anuncio

Citação: Martha Medeiros

JL DESIGNS
Já faz algum tempo que não posto nada desta tag, mas, ainda que não pareça. é uma das que eu mais gosto de postar aqui no blog. Às vezes encontro autores com textos incríveis e que devem ser lidos. Talvez como um exemplo, como algo a se espelhar. E os textos da autora Martha Medeiros são assim.

Já disse aqui algumas vezes que eu adoro está autora. Ela tem uma forma muito verdadeira e real de escrever. Na verdade, eu não sei se saberia colocar em palavras todo o seu talento, mas enfim. Espero que gostem do texto. :)

Tem gente que acha careta, tem gente que acha um luxo. A verdade é que ninguém é indiferente a uma cerimônia de casamento realizada na igreja, com direito a tapete vermelho, marcha nupcial, véu e grinalda. A maioria das garotas sonham com esse momento, o de ser entregue ao noivo pelas mãos do pai e de vestido branco, mesmo que essa simbologia tenha perdido o significado. Os futuros cônjuges podem estar dividindo o mesmo teto há meses e até ter um filhinho, quem se importa? A verdade é que casamento na igreja é um rito de passagem, um momento de bênção e de satisfação à família, aos amigos e à sociedade. O amor pode prescindir desse ritual todo, mas um pouco de pompa e circunstância não faz mal a ninguém.

Já que o casal optou pelo sacramento do matrimônio e quer fazê-lo diante de Deus, o mais seguro é não inovar. Nada de entrar na igreja sob os acordes da trilha sonora do Titanic, casar de vermelho e decorar a igreja com cactus. Você não está numa passarela do Dolce & Gabanna, está na capelinha da sua paróquia: Mendelssohn, velas, copos-de-leite e uma boa Ave-Maria na saída, quer coisa mais chique e inatacável?

Se eu tivesse casado na igreja seria a mais convencional das noivas. Só uma coisa eu tentaria mudar, ainda que levasse um sonoro não: o sermão do padre. "Promete ser fiel na alegria e na tristeza, na saúde e na doença, amando-lhe e respeitando-lhe até os fins dos seus dias?" Nossa, não é tempo demais? Bonito, mas dramático. Os noivos saem da igreja com uma argola de ouro no dedo e uma bola de chumbo nos pés. Seria mais alegre e romântico um discurso assim:

Ela: "Prometo nunca sair da cama sem antes dar bom-dia, deixar você ver os jogos de futebol na tevê sem reclamar, ter paciência para ouvir você falar dos problemas do escritório, ter arroz e feijão todo dia no cardápio, acompanhar você nas caminhadas matinais de sábado, deixá-lo em silêncio quando estiver de mau humor, dançar só pra você, fazer massagens quando você estiver cansado, rir das suas piadas, apoiá-lo nas suas decisões e tirar o batom antes ser beijada".

Ele: "Prometo deixar você sentar na janelinha do avião, emprestar aquele blusão que você adora, não reclamar quando você ficar quarenta minutos no telefone com uma amiga, provar a comida tailandesa que você preparou, abrir um champanhe no final de tarde de domingo, assistir junto o capítulo final da novela, ouvir seus argumentos, respeitar sua sensibilidade, não ter vergonha de chorar na sua frente, dividir vitórias e derrotas e passar todos os Natais do seu lado".

Sim, sim, sim!!!
  1. Que texto lindo! Adorei!
    Estou seguindo o seu blog, retribui?
    Blog: http://mmmorango.blogspot.com.br/

    ResponderExcluir
  2. Olá, Michelly!
    Já tinha lido esse texto. Lindo, né?
    Adorei o novo design do blog - já faz um tempinho que não venho aqui! :)
    Beijos!

    ResponderExcluir
    Respostas
    1. Oi Bianca! Muito lindo mesmo não é?
      Muito obrigada querida.

      Beijos!

      Excluir
  3. Nem sabia dessa tag. Adorei a crônica.E os votos ficariam bem mais legais se não fossem os convencionais,certeza.

    ResponderExcluir
  4. Olá, Parabéns pelo Blog...Seguindo lá do ORKUT. segue o meu Blog também http://memorialdaatrizmariapadilha.blogspot.com.br/ Ok ??

    att!

    ResponderExcluir
  5. Nossa adOrei, vc escreve muito bem, da até prazer em ler não é uma leitura entediante... gOstei!!!!

    Já estou seguindo, meu blog é novo e ainda tem poucos seguidores, então se puder me fazer uma visitinha e me seguir seria maraaaa!!! BjOks!

    http://indiacariocario.blogspot.com.br/

    ResponderExcluir
  6. Que texto lindíssimo. :)
    O teu blog é um amor! Tudo tão organizadinho e bem feito. <3

    Beijos,
    www.bonecafrancesa.com

    ResponderExcluir
    Respostas
    1. Oi querida! Que linda você. *-* Muito obrigada.
      Beijos!

      Excluir

@oventodoleste