Vento do Leste

Um mundo literário com doses do cotidiano

Destaques

Imagem de capa do card
As 10 capas mais bonitas da minha estante

Hoje eu separei os livros que antes de tudo foram escolhidos pela capa e eu guardo com muito carinho na minha estante.

Ler o post
Outras postagens
Imagem de capa do card
[Resenha] O Jardim Esquecido, de Kate Morton
Ler o post
Imagem de capa do card
Mulheres marcantes na literatura #1
Ler o post

Últimas resenhas

Últimas resenhas

O Jardim Esquecido

Editora Arqueiro

Ler o post

Por uma Questão de Amor

Editora Novo Século

Ler o post

Uma noiva para Winterborne

Editora Arqueiro

Ler o post

Uma Dama Fora dos Padrões

Editora Arqueiro

Ler o post

Quinze Dias

Editora Globo Alt

Ler o post

Baía dos Suspiros

Editora Arqueiro

Ler o post

Anuncio

O Segredo de Helena por Lucinda Riley



O Segredo de Helena
Lucinda Riley
Editora Arqueiro

Sinopse: As obras de Lucinda Riley já venderam mais de 12 milhões de exemplares em todo o mundo. Ela está na lista de autores mais vendidos do The Sunday Times e do The New York Times. Quanta verdade o amor é capaz de suportar? Helena nunca esqueceu o verão que passou na mágica Pandora, a casa de seu padrinho no Chipre, onde, cercada por oliveiras e pelo verde-esmeralda do Mediterrâneo, ela se apaixonou pela primeira vez, aos 15 anos. Mais de duas décadas depois, tendo herdado a antiga propriedade, ela retorna a Pandora para mais um verão, dessa vez em companhia do marido e dos filhos. No entanto, Helena sabe que voltar àquele lugar pode trazer à tona segredos que ela preferia esconder. Um desses segredos envolve Alex, seu filho mais velho, fruto de uma relação anterior a seu casamento. Com uma inteligência acima da média, ele vive a difícil transição para a vida adulta e está determinado a descobrir a identidade de seu verdadeiro pai. Enquanto o verão avança e pessoas do passado de Helena reaparecem, Pandora parece pronta a revelar os mistérios que ocultou por tantos anos e que, uma vez descobertos, farão com que a vida de Helena, e de sua família, nunca mais seja a mesma.

Sobre o livro

Helena construiu uma família amorosa, grande e unida. Mas ela sente que os segredos do seu passado estão se aproximando, desta vez ela não acredita que será capaz de controlar o que o destino lhe reserva.

A morte recente do seu padrinho trouxe de volta a velha casa que conheceu ainda adolescente. Na paradisíaca ilha de Chipre, com uma belíssima vista dos oliveirais e do mar mediterrâneo, Pandora abriga as aventuras e a descoberta do primeiro amor. Rever o lugar que tanto ama, poderá abrir a caixa de segredos que há décadas permaneceu trancada.

Mais de vinte anos depois, casada com Willian, com três filhos – Alex, Immy e Fred –, Helena chega ao Chipre para férias em família. A dor do passado volta quando Alexis reaparece em Pandora. Apesar dos anos, Helena reconhece o homem que lhe mostrou o amor pela primeira vez.

Mas não é hora de reviver o que aconteceu a vinte e quatro anos. Helena precisa por Pandora em ordem antes que os convidados cheguem. Apesar de a ideia ser apenas uma reunião de família, a casa estará cheia. Jules, esposa do melhor amigo de Willian, se convidou para passar alguns dias em Pandora, com os dois filhos e o marido.

Logo, Willian descobre que sua ex-esposa irá mandar a filha para passar as férias com ele. Para completar a lista, há Sadie, a melhor amiga de Helena, que se unirá ao grupo após mais uma desilusão amorosa.

Com a casa cheia e as reformas que serão necessárias antes da chegada de todos, Alexis será a ajuda que Helena precisava para botar Pandora em ordem. Mas Alex, o filho mais velho de Helena, não fica animado com isso. Ele foi criado pelo padrasto e sempre quis saber quem é o seu pai. A coincidência do nome e a presença cada vez mais frequente do velho amigo de sua mãe trará o assunto de volta.

Toda família tem seus segredos e o grupo reunido em Pandora está disposto a manter os seus bem escondidos. A caixa foi aberta e será difícil controlar os estragos que tantas mentiras.


O que eu achei?

O último livro que tive a chance de ler e que trouxe um cenário tão bem criado foi “A Casa do Lago”, também publicado pela Editora Arqueiro. Aliás, vários pontos dessa história me lembraram dele. Acho incrível quando o autor se dá ao trabalho de criar um ambiente em que o leitor consiga ver a história. Há livros que não precisam de tantos detalhes e que chega a ser desnecessário? Claro que sim! Mas quando a história está construída com base em um único lugar, isso faz toda diferença. Esse foi um dos melhores pontos do livro para mim.

Helena é o ponto central do livro, desde o início é possível ver a forma como Alex a enxerga em um pedestal, intocada e incapaz de cometer erros. Com o decorrer da história as coisas irão mudando. E assim como acontece em todas as famílias, em um momento Alex irá perceber que sua mãe é como qualquer outra pessoa.

Aos poucos você é jogado para um emaranhado de segredos que vai unindo cada membro do grupo reunido em Pandora. Quando o primeiro segredo vier à tona não vai sobrar mais nada.

A casa... Pandora... O instinto que ela tivera a respeito de voltar ali fora acertado. A caixa tinha sido aberta; seu conteúdo empoeirado fora vomitado pelos cantos escuros e saía voando livremente, provocando caos e sofrimento. No entanto, assim como no mito, ainda restava uma coisa: a esperança.

O livro é narrado, na maioria das vezes, pelo ponto de vista da Helena e do Alex. Enquanto um tenta esconder o passado, o outro está disposto a sair de Pandora sabendo quem realmente é. Alex sente que não é capaz de criar uma conexão verdadeira com o padrasto pela falta afinidade entre os dois. Além disso, recentemente ganhou uma bolsa para uma das melhores escolas da Inglaterra. Algo que só conseguiu por seu QI altíssimo. O que deveria ser comemorado aparenta ser o momento certo para que ele seja posto de lado na família. Mais do que nunca, Alex precisa conhecer a sua história.


As partes mais engraçadas do livro serão os capítulos narrados pelo Alex, em forma de diário. Um jovem de treze anos, dramático, com questões a serem resolvidas e o desejo de ser aceito tornam parte da história, mais leve.

Para o primeiro livro que leio da autora, não esperava uma história que me envolvesse tanto! É um livro muito bem construído, com uma edição muito bem feita pela Editora Arqueiro e que vale a leitura.

@oventodoleste