O Dezoito Primaveras mudou! Você foi direcionado para o meu novo blog, mas o conteúdo antigo permanece disponível para você. Entenda um pouquinho mais sobre essa mudança neste post aqui.

Newsletter

Receba por email as postagens do blog

#SetembroAmarelo Vamos falar sobre o suicídio?


Você sabia que setembro é dedicado a campanha para prevenção do suicídio? Assim como o outubro rosa e novembro azul, o setembro amarelo veio para nos alertar sobre um problema de saúde pública que passa despercebido. O dia 10 de setembro foi escolhido pela ONU para representar a campanha que ocorre durante o ano inteiro. Já no Brasil, o Centro de Valorização da Vida (CVV) expandiu para todo o mês de setembro.

Enquanto a população escolhe não falar abertamente sobre o assunto ou mesmo ignorar sua existência, o suicídio já causa mais vítimas do que a AIDS e da maioria dos tipos de câncer. Falando em números, são 32 brasileiros mortos por dia vítimas de suicídio, sendo a segunda principal causa de morte entre jovens com idades entre 15 e 29 anos. Um número alto para continuarmos fugindo dele. Deixamos tantas pessoas morrerem todos os dias para não ter que falar sobre algo que incomoda.

Aos poucos o tema vem ganhando espaço na literatura. Não só autores internacionais como os brasileiros também já abordam a saúde mental em suas histórias. Você pode considerar que é pouco para o tamanho do problema que carregamos, mas o tema já está saindo debaixo do tapete. Ver autores de Young Adult (Jovem Adulto) falando sobre o suicídio com jovens pode ser considerado uma vitória. Segundo a Organização Mundial da Saúde, 9 em cada 10 casos poderiam ser prevenidos. Pode não ser a ajudar para quem precisa, mas pode ajudar a mostrar que o suicídio não é um tabu, ele acontece todos os dias.

Ajude sem julgamentos. Toda vida é importante!


Precisa conversar? LIGUE 188
O Centro de Valorização da Vida (CVV) realiza apoio atendendo voluntária e gratuitamente, todos os dias, as pessoas que querem e precisam conversar, seja por telefone, email ou chat.

Você pode conversar com um voluntário do CVV ligando para 188 ou 141 (nos estados Bahia, Maranhão, Pará e Paraná), ou diretamente ao posto de sua região, consulte a lista aqui. Você é atendido por um voluntário, com respeito, anonimato, que guardará estrito sigilo sobre tudo que for dito e de forma gratuita. Saiba mais acessando a página do CVV.