Promoção na Amazon

[Resenha] Até onde o amor alcança, de Júlio Hermann


Até onde o amor alcança” é um livro que fala sobre o final (nada feliz) de um relacionamento. De forma leve e direta, o autor compartilha um pouco da dor e a culpa de ver o fim de uma relação com tantas promessas não cumpridas, de corações magoados e assuntos mal resolvidos. Júlio Hermann fala sobre as palavras que não foram ditas, da culpa que insistimos em tomar posse sem deixar que o outro carregue a sua parcela também.

Durante as mais de cento e setenta páginas o autor nos presenteia com contos cheios de poesias e sinceridade. Sem o final feliz dos contos de fadas, neste livro o amor é trazido para realidade para lidar com os problemas do dia-a-dia e lutar contra o tempo. Para lidar acima de tudo com a dúvida. A dúvida sobre os nossos próprios sentimentos e tentar lidar com a incerteza que é carregar um pedaço de outra pessoa sem saber se é o certo a se fazer.



O que acabou com a gente foi o medo que eu tinha de me entregar de mais e deixar os meus sonhos pelo caminho não foi?
Você demorou alguns dias para perceber que não me odiava. Eu demorei um pouco mais para me perdoar por todo o dano que causei nas vezes em que disse que havia açúcar o suficiente quando, na verdade, ainda estávamos salgados demais.

Por mais que você, leitor, não entenda nada sobre o que é chegar ao fim de um relacionamento, você irá entender cada frase e cada texto deste livro. Júlio Hermann tem o dom de deixar o leitor passear por todos os seus medos e dividir o peso de entender em qual momento as coisas começaram a sair dos eixos. Ao mesmo tempo em que tudo começa a fazer sentido e a dor no peito vai dando espaço para um sentimento mais leve.

Em algum momento entre fevereiro e abril, você me amou mais. Provavelmente no carnaval, quando a gente fez folia em casa, na frente do televisor. Você não perdeu o carinho por mim, e eu perdi menos ainda em relação a você. No entanto, passamos a nos querer menos.
Talvez o fim do amor seja justamente isso.




Eu me surpreendi demais com esse livro. Conheci o autor através dos textos que vários amigos compartilhavam nas redes sociais e acabei chegando até o juliohermann.com. E gente do céu, uma infinidade de crônicas para guardar no fundo do coração. Por isso, fiquei feliz quando a Faro Editorial anunciou o lançamento do novo livro do autor. Além disso, eu sabia que a editora não decepcionaria e faria um trabalho maravilhoso. Teríamos uma edição apaixonante.