Os meus personagens favoritos

Imagem /Reprodução: Nicole Honeywill

É difícil imaginar um leitor que passe por essa vida sem colecionar personagens e histórias que chamaram a sua atenção. Há livros que independente do tempo, permanecem vivos em nossa memória, como se houvéssemos lido há poucos dias. Há leitores mais criteriosos na hora de permitir que um livro ou personagem entre para a sua lista de favoritos. Enquanto outros podem enumerar uma infinidade deles.

Não sei em qual grupo me encaixo. Acredito que não existe uma forma de avaliar uma história na hora de coloca-la entre suas favoritas. Os critérios que uso para avaliar uma história podem não ser os mesmos que vou usar para outro livro. Ao mesmo tempo, não acredito que sou tão fácil de agradar. Não é qualquer autor, livro ou personagem que consegue garantir a minha atenção.

Mas há personagens, que posso enumerar sem medo de errar, que garantiram o meu amor incondicional. Personagens maravilhosos, cheios de personalidades e que ganharam espaço na história.

Separei cinco dos meus personagens favoritos para vocês conhecerem. Todos pertencem a histórias bastante conhecidas e acredito que vocês irão concordar com alguns deles. Vamos a lista:

1, Sherlock Holmes (da série escrita por Arthur Conan Doyle);
Para quem acompanha o blog a mais tempo, sabe o quanto eu sou apaixonada pelas histórias de Sherlock. Com toda certeza, ele foi responsável por tornar as histórias policiais o meu gênero literário preferido. Apesar de não ter sido um dos primeiros detetives a aparecer na literatura, Sherlock é um dos mais conhecidos. Viveu em Londres, no apartamento 221B Baker Street, durante o último período da época Vitoriana. Atualmente, esse endereço é um museu dedicado a Sherlock Holmes.

Muitas vezes pode ser visto como uma pessoa fria e despreocupada com a opinião alheia, mas durante uma investigação ele é extremamente animado e obsessivo. Traz uma queda pelo exibicionismo, vício pelo tabaco e não se preocupa em passar por cima das leis para descobrir o que há por trás dos seus casos.


2. Elizabeth e Darcy (escrito por Jane Austen);
Elizabeth é uma mulher a frente do seu tempo. Ela tem atitude e sabe expressar a sua opinião sem medo. Buscava conhecimento enquanto o papel da mulher na sociedade era apenas o de casar, ter filhos e cuidar das tarefas domésticas. Uma mulher de personalidade forte e que não se deixa ser abatida.

Darcy é o melhor homem de todos os romances que você irá ler na vida! Acredite, não há nem um pouco de exagero nisso. Jane Austen retrata um homem rico, que poderia facilmente ser descrito como nada menos que perfeito, mas o moço tem os seus defeitos e sem demora são apresentados na história.


3. Myron Bolitar (escrito por Harlan Coben);
Harlan Coben está entre os meus autores favoritos. Os seus livros estão sempre cheios de histórias e personagens bem construídos. É impossível escolher um único livro do autor para chamar de favorito. Os livros da série Myron Bolitar estão entre os meus favoritos.

Myron é um ex-jogador de basquete, promessa do esporte, que viu a sua carreira ir por água abaixo depois de uma contusão. Seu futuro como jogador estava perdido, mas o mundo do esporte ainda guardava outras oportunidades.

Ele é descrito como sendo um bom agente, cuidando das necessidades e desejos dos seus clientes. Por isso, acaba envolvido nos problemas pessoais deles. O que muitas vezes o coloca no papel de detetive, junto com o seu melhor amigo, Win.


4. Hermione Granger (escrito por J.K.Rowling);
Quem nunca ouviu falar na garota mais inteligente de Hogwarts? Harry Potter foi um dos primeiros livros que me prenderam no mundo literário e fui acompanhando as histórias com muito carinho. Apesar do meu amor incondicional por todos os personagens da saga, Hermione ainda é uma das inspirações que já encontrei dentro de livros.

Considerada uma das alunas mais brilhantes de sua Época, Hermione é bastante exigente com ela mesma e, por vezes, com os outros também. O seu maior medo é o fracasso nos estudos. É o seu conhecimento e sua dedicação aos estudos que sempre aparecerem para salvar os amigos ou ajuda-los nos sete livros da saga.



5. Amy (escrito por Gillian Flynn).

Nick Dunne volta para casa no dia do quinto aniversário de seu casamento e descobre que sua esposa Amy desapareceu. No frenesi midiático que se segue, começam a surgir suspeitas que Nick tenha matado Amy.

Eu tive medo da personagem do início ao fim da leitura. Amy é uma sociopata capaz de tudo para conseguir o que quer. Todo o mistério por traz do seu desaparecimento se mantém do início ao fim do livro. É um livro que eu adorei ler e a personagem de cara entrou para minha lista de favoritos. Mesmo de um jeito absurdamente perigoso, Amy é brilhante.


Gostaram da lista? Esses são os meus personagens favoritos. E quais os seus?


***

Atpe o próximo post! :)

Comentários