Quote da semana

Se você olhar para o centro do universo, existe frieza lá. Um vazio. No final das contas, o universo não se importa conosco. O tempo não se importa conosco. É por este motivo que temos que cuidar um do outro.

TODO DIA, David Levithan

Promoção na Amazon

[Resenha] Melhor que a Encomenda, de Lauren Blakely


April é apaixonada pelo seu trabalho, mesmo que não seja um emprego convencional como que os seus pais tanto sonham. Sua veia artística foi algo que sempre esteve presente em sua vida, mas pintar os modelos que estariam em campanhas publicitárias e até filmes era o que a fazia feliz. Com esforço, seu trabalho enfim começou a ser reconhecido. Agora ela esperava pela resposta de uma das maiores companhas que poderia assumir. Conseguir esse emprego seria o um sonho realizado.

Seus pais não entendiam o que ela fazia. Para eles, April continuava sendo aquela jovem pintando rostos em festas da família. Ela nunca teria estabilidade financeira, principalmente por estar tão longe de casa. A família de April ainda morava na pequena cidade de Wistful e é para lá que eles esperam que ela volte. Eles acreditam que Nova Iorque não trará nada de bom para ela, ainda mais depois do seu último relacionamento. April acabou revelando para família o que o mentiroso do seu namorado havia feito e isso foi o suficiente para começar uma campanha louca para leva-la de volta a sua cidade natal.


Foi por isso que April decidiu contratar Theo. Sua ideia era levar o seu melhor amigo, Xavier, como acompanhante. Mas um trabalho irrecusável o tirou do país. Agora a sua única opção era pagar pelo serviço de acompanhante, afinal, não havia chances de ela chegar à reunião de família sozinha. Eles já estavam enviando e-mails para marcar encontros com homens que seriam ideais para April. Homens com um emprego convencional e que moravam em Wistful. Seriam cinco longos dias se ela aparecesse sozinha.

Para Theo, a nova cliente veio na hora certa. Seu trabalho como barman não pagava bem e ele tinha uma dívida alta para pagar. Se tudo ocorresse bem, ele teria boa parte da quantia que precisava para se ver livre de uma dívida que não era dele. Theo e o irmão perderam os pais antes que pudessem terminar os estudos. Ficaram sob a responsabilidade de uma tia viciada em remédios e que não fazia questão de cuidar dos sobrinhos. Foi por isso que eles começaram a se envolver em confusões. Theo faria o que fosse preciso para proteger o irmão, e essa dívida poderia arrastá-lo de volta para uma vida de golpes. Por isso, ele precisava do trabalho. O dinheiro de April ajudaria a quitar parte da dívida. Mas não seria um trabalho fácil. Ao encontrar com a sua mais nova namorada de mentira, Theo percebeu que seria necessária muita força de vontade para resistir a aquela mulher.

Ao chegar a pousada dos pais de April, a história de mentira deles já está mais do que acertada e Theo conquista a todos antes mesmo do dia terminar, mesmo com os pais de April tentando deixa-la longe de Theo. A afinidade entre eles longo vai se transformando em algo que tanto April quanto Theo tentam negar. É preciso lembrar que a relação deles é apenas de cliente e contratado. Não há nada mais que isso.




Melhor que a Encomenda” é um daqueles livros que mais se parecem com um filme de sessão da tarde, uma comédia romântica, clichê, mas cheia de amor para dar e que conquista logo de cara. É impossível não saber o que vai acontecer logo nos primeiros capítulos. Como eu disse, é um clichê, mas sem deixar de surpreender o leitor. O final é mais do que esperado e não decepciona em nada. É um livro gostosinho e leve de ler.

April é dona de um senso de humor ótimo que completa o de Theo. Eles se encaixam melhor do que podem imaginar num primeiro momento. Ou talvez, mais que querem acreditar. April está focada no seu trabalho e evitando contato com homens. O seu último namorado provou o quanto ela teria arriscado por uma mentira. O homem foi um cafajeste e foi por isso que ela se manteve longe de relacionamentos. Sentir atração por Theo a faz pesar os riscos que correria em se envolver com alguém. O cara é lindo, com bom humor, inteligente e, por mais que sua família queira negar, todos gostaram dele. Ela estava gostando dele, mas como poderia ter certeza que ele sentia o mesmo? Esse era só mais um trabalho para ele. E se a forma como ele a olhava ou o ciúmes que demonstrava fosse todo encenado?

Enquanto isso, Theo lutava para não quebrar suas regras. Ele nunca tinha se envolvido com um cliente antes e essa não seria a primeira vez. Além da atração que sentia por April, ele sabia que ela merecia alguém melhor. Alguém melhor do que ele seria capaz de ser. Ela vinha de uma família rica, enquanto ele foi para faculdade com o dinheiro de golpes que ele e o irmão aplicavam nos universitários. Além disso, Theo não tinha sido sincero com April. Ela acreditava que ele trabalhava como ator, que esse era só uma forma de exercitar seus talentos enquanto esperava por um bom trabalho. Isso o corria por dentro. Ela era sincera com ele o tempo todo. Se ele decidisse ceder aos seus desejos precisaria ser honesto com ela e isso significava expor todos os seus erros. Será que ela seria capaz de aceita-lo?



Os capítulos são divididos entre o ponto de vista da April e do Theo. O que nos dá uma boa ideia de como os dois são cabeças duras e poderiam resolver tudo de um jeito mais fácil. Ainda assim, é fácil se aproximar dos personagens e torcer para que tudo dê certo no final. É um livro amorzinho demais e uma ótima escolha de leitura para quem gosta de um romance leve e divertido.