Como retalhos numa colcha


Ei, como você está?

Faz tempo desde a última vez que eu consegui sentar em frente ao computador e fazer algo que realmente gosto. Parece que a vida resolveu manter o foco apenas entre trabalho e as atividades em casa. Não me sobra tempo nem disposição para terminar o dia escrevendo ou mesmo lendo. Minhas leituras atrasaram mais uma vez, até tentei botar um pouco de ordem com a Maratona Literária de Inverno. Foi divertido e até me tirou da rotina por alguns dias, mas a leitura não fluiu como eu esperava e acabei desistindo de me forçar a ler.

De lá para cá, fico na mesma rotina: acordar cedo, trabalho, voltar para casa (tarde e esgotada), ajudar minha mãe e dormir. Acordo sempre no mesmo horário, saio para o trabalho no mesmo horário, volto para casa no horário que dá (cumprindo hora extra todos os dias), tento ajudar minha mãe com o que eu posso, tento ajudar com o que precisa ser feito em casa... Mas quando chego em casa depois do trabalho, tudo o que eu quero é deitar na minha cama e esperar o despertador tocar novamente. Estou psicológica e fisicamente esgotada.

E no meio de tudo isso fica o blog. Não tenho tempo para escrever, para fotografar os livros, para pensar nas resenhas... Vou adiando tudo para quando sobrar vinte ou trinta minutinhos livres para escrever, mas quem disse que eu consigo? Eu olho para tela em branco e tudo em que eu consigo pensar é no quanto vai ser inútil tentar me concentrar em algo sendo que estou tão cansada. E com isso, o blog acaba outra vez esquecido.

Enquanto tento equilibrar tudo, tem algo que na última semana conseguiu me deixar feliz: o álbum novo do Passenger! Se você é novo por aqui, precisa saber que ele é meu canto preferido e sempre encontro uma forma de encaixar um pouquinho dele em cada pedaço desse blog. Na última semana ele lanço o álbum "Patchwork", um trabalho inteiramente feito durante a quarentena. Para varias, as músicas tocam fundo e acolhem aqueles que estão dispostos a abrir o seu coração.

E um detalhe importante: todos os lucros obtidos com o álbum serão doados para uma instituição no Reino Unido que trabalha para acabar com a necessidade de bancos de alimentos no País. Então, se puder ajudar, compartilhe com o máximo de pessoas possíveis!

É isso, escutem comigo e até o próximo post! ♥ 

  1. É. São dias turbulentos que temos passado. Não vejo a hora de tudo isso passar.
    Gostei do blog e estarei por aqui agora. Sinta-se à vontade em visitar o meu espaço.

    Bom fim de semana!

    OBS.: O JOVEM JORNALISTA está em quarentena de 22 de julho à 31 de agosto, mas comentarei nos blogs amigos nesse período.

    Jovem Jornalista
    Instagram

    Até mais, Emerson Garcia

    ResponderExcluir