Resenha | Entre Mundos, de Pedro Ivo e Rodrigo de Oliveira

Escrito por


A resenha de hoje é um pouquinho diferente. Eu tive um pouco de dificuldade em expressar tudo o que senti lendo. Foi uma leitura que me tocou bastante (apesar de não ser o propósito da história). Por isso, resolvi, além da resenha escrita, trazer um vídeo onde falo um pouquinho sobre a minha experiência com essa leitura. Bom, perdoem a falta de prática, mas tentei expressar tudo o que eu não consegui colocar na resenha escrita. Espero que gostem! Esse post foi feito com muito carinho! 💜


Rubens é um jovem bastante inteligente,  e próximo dos pais, mas a sua vida vira de cabeça para baixo depois de perder uma pessoa próxima, o que faz com que ele acabe se afastando da mãe.

Agora, morando sozinho em outra cidade, cursando a faculdade e com um emprego ruim, Rubens passa as suas folgas brincando com aparelhos eletrônicos. É em um desses momentos que ele acaba inventando um aparelho que poderá mudar o mundo.

De forma inesperada, Rubens cria um celular que capta as vozes de espíritos que estão em sua casa. Loucura? Com toda certeza. Os fantasmas começam a persegui-lo, todos tentando ganhar uma voz novamente e enviar mensagens àqueles que deixaram para trás. Ao entender o que havia feito, Rubens conta aos amigos e, juntos, decidem replicar o aparelho para vender. Uma invenção como essa os deixaria ricos, ao mesmo tempo, traria conforto para muitas pessoas.

Uma invenção bastante contraditória, até mesmo entre os amigos do Rubens, já que cada um tem uma crença diferente. A partir desse momento, todos terão que lidar com as consequências dessa descoberta e enfrentar o perigo que será mostrar essa invenção para o mundo.




Primeiro, preciso dizer que esse livro veio em um momento bastante difícil para mim. Sentar e escrever sobre ele foi um desafio. Logo de cara, me deparei com uma cena trágica, onde o Rubens perde uma pessoa bastante próxima e de modo repentino. Eu precisei de alguns dias para retomar a leitura. A proximidade com o que eu estou vivendo me deixou perdida, confusa e me fez chorar por dias. É difícil ler o que não conseguimos colocar em palavras, não é? O choque é tremendo.

Quando retomei a leitura, me deparei com uma história empolgante e assustadora ao mesmo tempo. Você pode imaginar como seria descobrir que um aparelho, tão comum ao nosso dia a dia, pode nos aproximar daqueles que perdemos e sentimos falta? É assustador e ao mesmo tempo nos dá esperança. Esses sentimentos contraditórios são apresentados de diversas formas durante a leitura. Mesmo dentro do grupo de amigos do Rubens, o tema causa alguns desentendimentos, afinal o grupo é formado por pessoas com religiões e crenças distintas.



O livro também dá destaque as histórias dos personagens. Mesmo que o foco seja o Rubens, a história dos seus amigos é apresentada para mostrar o que os levou até ali. No geral, as pessoas carregam segredos e histórias que preferem não lembrar. Alguns sentem vergonha, outros precisam lidar com a perda e ainda há pessoas que cometeram erros que os perseguem por toda uma vida. Isso torna o "Entre Mundos" um livro real. Todos os personagens são pessoas que poderíamos encontrar na rua, que podem ser nossos amigos ou parentes. São personagens reais, personagens que podemos nos identificar facilmente. Aos poucos vemos os personagens crescerem e encontrarem um novo rumo.

No geral, esse é um livro que garante muito suspense, uma dose de romance, amizade e questionamentos. Com um toque do sobrenatural, a história chama o leitor a viver cada página de forma profunda e instigante. Esse livro merece muito mais do que sou capaz de escrever sobre ele. É uma leitura incrível, com um final aberto para uma continuação e com espaço para cada leitor criar as suas teorias.

É um livro que merece ser lido! E uma ótima dica de leitura para quem gosta de um bom thriller nacional.





Comentários

  1. Embora, seja o meu tipo de leitura preferido não estpou muito na vibe... Mas, ja marquei na lista das proximas leituras.

    https://expressoliterarios.blogspot.com/2021/09/top-comentarista-novembro-1-ano-do.html

    ResponderExcluir

Postar um comentário