Vento do Leste

Um mundo literário com doses do cotidiano

Destaques

Imagem de capa do card
As 10 capas mais bonitas da minha estante

Hoje eu separei os livros que antes de tudo foram escolhidos pela capa e eu guardo com muito carinho na minha estante.

Ler o post
Outras postagens
Imagem de capa do card
[Resenha] O Jardim Esquecido, de Kate Morton
Ler o post
Imagem de capa do card
Mulheres marcantes na literatura #1
Ler o post

Últimas resenhas

Últimas resenhas

O Jardim Esquecido

Editora Arqueiro

Ler o post

Por uma Questão de Amor

Editora Novo Século

Ler o post

Uma noiva para Winterborne

Editora Arqueiro

Ler o post

Uma Dama Fora dos Padrões

Editora Arqueiro

Ler o post

Quinze Dias

Editora Globo Alt

Ler o post

Baía dos Suspiros

Editora Arqueiro

Ler o post

Anuncio

E essa minha mania...


Essa mania doida de querer fingir que nada me incomoda. Como se eu não sentisse nada. É isso, no fundo eu prefiro acreditar que sou assim. Sem sentimentos. Vazia por dentro, sabe. Manter-se, emocionalmente, distante das pessoas evita tantas coisas. Ilusões. Lembranças. Expectativas. E principalmente impede que você se apegue a alguém. Eu acredito nisso.

Às vezes é preciso agir assim. Esquecer todo o resto, olhar apenas para você mesmo e não pensar em mais ninguém. Dar atenção as suas necessidades, as suas vontades. Ninguém pode viver a vida de outro. É preciso criar a sua própria história. Encarar os seus medos. Os seus desejos.

Não. Não é verdade. Ninguém é feliz sozinho. Pobre daquele que acredita que não precisa de ninguém. É preciso quebrar à cara de vez em quando. Viver um romance, desses digno de um best-seller. É um tanto clichê, mas quem nunca sonhou com um amor de novela? Daqueles que você seria capaz de lembrar mesmo que de depois de uns oitenta anos. Tudo bem, não precisa ser esse tipo de amor. Pode ser aquela amizade eterna. Igual àquelas que vemos nos filmes. Aquele amigo que vai estar do seu lado nas melhores e piores lembranças. É nisso que eu realmente acredito. É disso que todo mundo precisa. Carinho. Amor. Ser feliz.

***
Hey meninas, o blog agora tem uma página no Facebook, curtam lá. :)
  1. muitas vezes eu preciso fingir que não me importo com algumas coisas porque senão eu explodo e fico irritada o dia todo ._.
    faz parte...

    ResponderExcluir
  2. Antes de tudo: que layout é esse? Quanto amor! Me apaixonei, não muda nunca, haha! Parabéns!
    E eu achei seu texto bem profundo, e de um jeito que eu poderia ter escrito há um tempo atrás, quando eu pensava que eu sozinha me bastava, quando na verdade eu preciso de outras pessoas. Todos precisamos de alguém, nem que for algum dia na vida.
    Beijos.

    ResponderExcluir
    Respostas
    1. Oi Gabi! Oun que linda, obrigada mesmo viu. <3

      Excluir
  3. seu blog é muito lindo <3
    haha eu também adoro a Inglaterra <3

    ResponderExcluir
  4. Nossa, seu blog tá tão fofo, oun my gosh.

    Adorei o texto porque é realmente verdade, não conseguimos ser felizes sozinhos, temos que compartilhar as coisas, ser egoísta também não funciona.

    Beijos. Tudo Tem Refrão

    ResponderExcluir
  5. Oi Mih! Obrigada por sua visita :)
    Gostei bastante do texto. Às vezes podemos até querer fingir que não não nos importamos com certas coisas ou com algumas pessoas, mas a verdade é que em alguns casos nos importamos sim. Eu por exemplo estou sentindo a maior falta de um amigo, espero conseguir fazer as pazes com ele, pois o amo demais. Estou seguindo aqui seu blog, que por sinal é muito bonito. Adoraria te ter como seguidora do meu do meu também, se for possível é claro. Beijos *-*

    palavras-e-sentimentos.blogspot.com

    ResponderExcluir

@oventodoleste