Vento do Leste

Um mundo literário com doses do cotidiano

Destaques

Imagem de capa do card
As 10 capas mais bonitas da minha estante

Hoje eu separei os livros que antes de tudo foram escolhidos pela capa e eu guardo com muito carinho na minha estante.

Ler o post
Outras postagens
Imagem de capa do card
[Resenha] O Jardim Esquecido, de Kate Morton
Ler o post
Imagem de capa do card
Mulheres marcantes na literatura #1
Ler o post

Últimas resenhas

Últimas resenhas

O Jardim Esquecido

Editora Arqueiro

Ler o post

Por uma Questão de Amor

Editora Novo Século

Ler o post

Uma noiva para Winterborne

Editora Arqueiro

Ler o post

Uma Dama Fora dos Padrões

Editora Arqueiro

Ler o post

Quinze Dias

Editora Globo Alt

Ler o post

Baía dos Suspiros

Editora Arqueiro

Ler o post

Anuncio

Histórias de uma (quase) formanda: Reta Final #5

Tudo começa no dia que antecede a apresentação. A angústia, o medo e a empolgação. Tudo de uma vez só. Ao mesmo tempo em que você deseja que esse dia não passe, você também quer que termine logo e o mais rápido possível. Sem demora. Mas ao repassar mentalmente tudo o que ainda precisa ser feito e tudo o que você precisa apresentar, bate aquela insegurança de novo. Até parece que isso nunca vai acabar. Quando você olha o relógio percebe que só passaram duas horas desde a última vez que você o consultou. Já em casa, você tenta dormir, mas uma enxurrada de pensamentos começa a vir à tona. É tarde mais. O sono vai todo embora. Sempre que você tenta parar de pensar no bendito trabalho, mas as horas demoram a passar. Você resolve fazer algumas alterações na apresentação, só para ter certeza que estava melhor antes. E sabe aquela história de que é melhor descansar, dormir bem, para que você fique bem na hora da apresentação? É... isso não existe. Principalmente se você for uma pessoa ansiosa. Tudo o que importa é o que vai acontecer. É só nisso que você consegue pensar. Até que no fim, quando a sua cabeça esgotou todas as energias, você dorme. Então o despertador toca.

Enfim chegou o dia.



Beijos *-*
  1. OMG! Eu quero muito ter essa sensação daqui a um tempo. Daqui a 4 anos e meio ainda... Mas eu já penso nela, como vai ser, como tudo vai ser.
    Abraços!

    ResponderExcluir

@oventodoleste