Utilizamos cookies e outras tecnologias de medição para melhorar a sua experiência de navegação no nosso site, de forma a mostrar conteúdo personalizado, anúncios direcionados, analisar o tráfego do site e entender de onde vêm os visitantes. Ao utilizar nossos serviços, você concorda com tal monitoramento.

O que eu li: Mulheres são loucas, homens são estúpidos.

Escrito por
Mulheres são loucas, homens são estúpidos.
Editora: AGIR
Autores: Howard J. Morris & Jenny Lee
Quem veio primeiro: A louca ou o estúpido? É a pergunta que vale um milhão, aquela que todos queremos responder. As mulheres são loucas porque os homens são estúpidos? Ou os homens são estúpidos porque as mulheres são loucas? Não surpreende que a maneira como respondemos a essas duas perguntas nos divida claramente em dois gêneros. Mas vamos encarar: há muitos motivos por trás dessa resposta, para todos. As mulheres defendem que, ao longo da vida, são lenta e metodicamente enlouquecidas por homens estúpidos. E os homens afirmam ser impossível para qualquer um agir de forma inteligente com uma mulher que está surtando. Se simplesmente conseguirmos provar quem surgir primeiro, o outro lado terá o direito de culpá-lo por toda a eternidade.

Eu não gosto muito de livros de autoajuda e sinceramente, talvez eu nunca tivesse conhecido esse se não fosse pela minha mãe. (Sim, foi ela quem me deu o livro. Eu fiquei pensando no por que dela ter me dado. Se pode ter sido algum tipo de indireta... Sabe, algo como “Acorda para vida menina!” ou “Vê se você aprende alguma coisa com isso!” rs.) Bom, mas eu tenho confessar que eu fiquei encantada com esse livro. “Mulheres são loucas, homens são estúpidos” é um livro engraçado, fácil e rápido de ler.
“Nós batíamos nelas no parquinho, porque gostávamos delas. Aí ríamos delas até elas chorarem. Aí olhávamos para seus peitos. Aí não as ouvíamos. Nenhuma vez. QUEM NÃO ENLOUQUECERIA DEPOIS DISSO TUDO? Então, o que a história do estúpido e da louca nos ensina? Ensina que, definitivamente, de uma vez por todas, sim, A ESTUPIDEZ VEIO PRIMEIRO.”

O que mais me chamou a atenção foi o fato de não ser apenas a opinião de uma das partes (do homem ou da mulher). Os capítulos são divididos entre Howard e a resposta de Jenny. E isso nos permite entender o que cada um pensa, sente e como agem em determinadas situações. “Não é tanto ‘ele diz/ela diz’, mas ‘ele diz/ela reage’.”, o que o torna todo o livro muito divertido.
“Ainda acho difícil conciliar a estranha receita do romantismo, cujos ingredientes principais são o mágico e o prático. O espontâneo e o totalmente planejado. O real e o etéreo. Você tem que misturar bem a fantasia e a realidade para fazer a massa crescer.”

O livro não se baseia em acusações do por que as mulheres são loucas e os homens são estúpidos. Em cada capítulo, tanto Howard quanto Jenny, tentam explicar (e às vezes, até defender) o motivo que nos leva a ser assim. E, talvez, por isso o livro é tão atraente. É quase impossível não se divertir com as histórias do casal.

Quanto mais acreditamos saber, menos nós sabemos...

Escrito por
Pior do que a sensação de ter perdido, é ouvir a sua própria consciência gritar repetidas vezes “Eu estava certa!”, “Você devia ter evitado...” e, claro, a melhor de todas “Eu te avisei!”. Sim, avisou. E como avisou. Mas o que podemos fazer quando o que queremos é mais forte do que qualquer tentativa falha de fazer o que é preciso? O que devemos fazer se o nosso desejo é mais forte do que qualquer lógica? E o que podemos fazer para agir racionalmente quando se trata de algo tão, mais tão emocional? Sempre me disseram que, quando não sabemos o que fazer, a melhor escolha é seguir o que diz o coração. Já que não há nada mais sincero do que ele. Pois, é esse órgão tão maltratado e tantas vezes ignorado, que é o único capaz de entender os nossos desejos mais profundos. Intensos. Mesmo que …

Liga das Florestas: Participe!

Escrito por
Olá meninas! O Greenpeace lançou uma campanha para a criação de uma lei popular a favor do desmatamento zero no Brasil. Onde o objetivo é preservar um dos bens mais precioso e importante do nosso país. Mas para que a lei seja aceita no Congresso, é preciso 1,4 milhão de assinaturas de eleitores. A Liga das Florestas , hoje, conta com um pouco mais de 120.000 assinaturas. E você pode ajudar! Basta entrar neste site , fornecer alguns dados (nome completo, email, telefone e a data de nascimento) e pronto! É rápido e fácil não é? Então, dê uma passadinha rápida no site e ajude o Brasil a manter as nossas florestas. “O Brasil devasta muita floresta há muito tempo, sempre em nome do desenvolvimento. Esse modelo, que não fazia sentido no passado, faz menos ainda no presente.” (Marcelo Fur…

Só mais um...

Escrito por
Esse é só mais um daqueles textos que você escreve pensando em alguém... Que você escreve tudo o que um dia gostaria de dizer, mas sabe que não irá. É só mais um daqueles textos tristes, nostálgicos, que ficará guardado, escondido, esperando que ninguém leia. É só mais um daqueles desabafos doidos de uma madrugada sem sono. É só mais um daqueles que quando chegar ao final, tudo o que foi escrito não te fará mais sentido. Não vai parecer que foi escrito pela mesma pessoa que o lê e relê em busca de algum detalhe que possa ter se perdido. É só mais um que, talvez, esteja até inacabado por falta de palavras. Palavras essas que sempre me faltam. Ou então, é só mais um daqueles clichês que todos escrevem quando querem fugir. Correr. Ir embora para um lugar distante. Vazio. Solitário. Esquec…

Wishlist: Livros

Escrito por
Para quem gosta de ler, ter tempo ( e dinheiro rs ) para conseguir ler todos os livros que estão não sua gigantesca lista de desejados não é muito fácil não é? São tantos livros. Tantas histórias, que às vezes é difícil escolher um.  Mas além do tempo, eu confesso que também não costumo cumprir muito bem as minhas listinhas, por isso alguns livros acabam ficam "esquecidos" ou são substituídos por outros que eu gostaria de ler naquele momento. Esses são alguns dos livros que ainda quero muito ler. Sim. Eu ainda não li "A Menina Que Roubava Livros". É estranho, conheço tantas pessoas que já leram e eu ainda não consegui lê-lo. Um dos que eu quero muito ler é "O Menino do Pijama Listrado", todos dizem que é uma história íncrivel e que vale a pena a leitu…