Quote da semana

“Às vezes, se apaixonar é a atitude mais corajosa que alguém pode ter.”

Kiera Cass, A Coroa

Promoção na Amazon

5 livros que poderiam virar filme


Todo leitor tem aquele livro favorito que adoraria ver nos cinemas ou quem sabe até ganhar uma série. Seja ele um romance, uma história policial ou uma fantasia, não importa qual o tema, sempre há aquele que gera a expectativa de querer que seja mais do que um mundo das palavras.

Mesmo que os filmes percam um pouco da magia que os livros trazem; mesmo que eles venham ausentes de todo a emoção e adrenalina que as páginas dos livros carregam, não há como desprezar uma boa adaptação. Eu sempre torço pelos meus livros favoritos. Estou sempre esperando que alguém enxergue neles o mesmo potencial que eu enxergo.

Bom, isso é assunto para um post maior que, quem sabe, pode aparecer por aqui em breve. O post de hoje é para mostrar a vocês algumas histórias que me tocaram profundamente e que eu adoraria que alcançasse um público ainda maior. Vamos a lista!

1. A grande solidão, Kristin Hannah


Esse é um dos melhores livros da Kristin Hannah. Nele você irá conhecer a família Allbright. Uma família com uma vida conturbada, cheia de altos e baixos (com mais momentos ruins do que bons). Ernt Allbright voltou para casa atormentado pelos fantasmas da guerra no Vietnã, depois de ter sido sequestrado e torturado. A família vivia em constante mudança para encontrar um lugar onde Ernt pudesse esquecer os pesadelos que o perseguiam. Leonora e a mãe – Cora – precisavam viver em alerta constante para não irritar Ernt, que acaba se tornando extremamente agressivo.

Em um dos seus momentos de euforia, Ernt resolve levar a família para o Alasca para viver na propriedade que ele herdou de uma amigo de guerra. Longe de todos que eles conhecem e sem ninguém para protegê-las, Leonora e Cora precisaram proteger uma a outra.

Leni – Leonora – é uma menina que precisou crescer antes do tempo. Ela estava sempre pronta para aguentar as decisões impensadas da mãe e a agressividade do pai. Ao se verem sozinhas, em um lugar completamente isolado e que poderá se tornar ainda mais perigoso quando o inverno chegar, Leni irá tomar decisões que poderão mudar a sua vida para sempre.

É um livro forte, que toca em assuntos delicados. Cora é loucamente apaixonada pelo marido e sempre arranja uma desculpa para aceitar as agressões. Ela acredita que a culpa é sempre dela por ter provocado o marido. E de uma forma bastante honesta e sensível, a autora mostra a realidade de muitas mulheres que vivem em relações abusivas.

Leia a resenha dele aqui no blog.


2. Ninfeias Negras, Michel Bussi


Por mais que boa parte das pessoas que eu conheço e já leram esse livro tenham opiniões um tanto diferentes da minha, eu sou apaixonada por essa história. É um livro, que carrega um mistério que vai aguçando a curiosidade do leitor, conforme os capítulos vão passando.

Nele você irá conhecer três mulheres, em idades diferentes, que tornam-se o ponto principal da história. A primeira é má, a segunda é mentirosa e a terceira egoísta. A primeira, uma senhora, vai apresentar os personagens e dar início ao mistério. A segunda mulher verá o marido ciumento se tornar um dos suspeitos do crime. A terceira mulher, tem apenas 11 anos e vê na pintura a chance de mudar a sua vida. E o que une essas mulheres são as Ninfeias de Monet.

De certa forma, as três mulheres estarão envolvidas no assassinato do médico da cidade. Independente do cenários que os investigadores sigam, sempre acabam esbarrando em algo que ligue a uma das três. É um mistério que vai acrescentando pistas com o desenrolar da história e nada do que você imagina é o que irá acontecer no final dessa história.

Leia a resenha dele aqui no blog.


3. Esposa Perfeita, Karin Slaughter


Esse é o oitavo livro da série sobre o detetive Will Trend, escrita por Karin Slaughter. Apesar de fazer parte de uma série, o livro pode ser lido separadamente sem atrapalhar a sua leitura.

Logo de cara você se depara com a cena de uma mãe abraçando a filha pela primeira vez e, ao mesmo tempo, pela última vez. As duas estão gravemente feridas e não há tempo para começar uma relação que foi rejeitada mais de vinte anos atrás, o possível assassino da filha está se aproximando. Depois disso, a história passa para a cena de um crime. O corpo de um ex-policial foi encontrado em um prédio abandonado e a cena do crime não pode ser descrita como algo menos que assombrosa. E tudo indica que a a ex-mulher – Angie – do detetive Will Trend foi gravemente ferida.

Alguns pontos da história giram em torno do relacionamento mais que complicado de Will e Angie. Ao mesmo tempo em que o caso de estupro investigado por Will pode ter alguma relação com a nova investigação. Will precisa seguir os passos de Angie para conseguir alguma pista do que aconteceu naquele prédio abandonado. Se Angie era a única capaz de explicar o que houve, ele precisava encontra-la com vida e o tempo estava passando rápido.

A autora traz uma boa descrição do trabalho realizado pela policia forense na cena do crime. O que acaba sendo um prato cheio para os fãs de séries como CSI. Além disso, traz relacionamentos abusivos, violência contra mulher, abuso sexual e psicológico dentro e fora do meio familiar, além do descaso com crianças que vivem em lares adotivos. O livro inteiro é uma crítica explicita a sociedade e a pessoas que se sentem livres de agir como bem entendem sem arcar com as consequências dos seus atos.

Leia a resenha dele aqui no blog.

4. Feitos de Sol, Vinícius Grossos


A poucos meses do Bug do Milênio. Apesar da catástrofe eminente, muitos não acreditavam que o fim estava perto. Esse não era o caso de Cícero, um nerd de quinze anos e apaixonado por quadrinhos, que não só acreditava como também estava se preparando para o grande dia. Mas a sua maior preocupação agora é conseguir a última edição do seu quadrinho favorito: Under Hero, que ele não consegue encontrar em nenhuma loja da cidade.

E no meio da sua busca, aparece Vicente, tão jovem e apaixonada por Under Hero como ele. Juntos, eles decidem ir à procura da última edição.

Apesar de novos, carregam o peso de enfrentar um mundo hostil, que muitas vezes se torna agressivo com pessoas que se aceitam. Quando eles decidirem partir juntos para uma aventura longe de casa, eles aceitaram que estavam juntos, independente do que acontecesse, e tudo valeria a pena. Essa é uma história que merece ser conhecida! ♥

Leia a resenha dele aqui no blog.

5. O Lado Obscuro, Tarryn Fisher


Senna Richards escolheu não sentir. Abandonada pela mãe e com um pai não sabia lidar sozinho com uma criança, Senna foi crescendo em um ambiente conturbado. A mágoa que sentia da mãe a levou para o mundo da literatura. Sua mãe era escritora e assim, Senna começou a escrever também. Seus livros ficaram famosos e um deles acabou ganhando adaptação para os cinemas.

O que Senna nunca imaginou é que seria obrigada a lidar com os suas dores em um lugar completamente isolado e estranho, acompanhada de alguém que ela já não conhecia. Algum psicopata sequestrou Senna e Isaac, um médico que se tornou importante na vida de Senna depois do dia que mudou a sua vida para sempre.

Logo nos primeiros capítulos o leitor já é surpreendido por um acontecimento que nos deixa desconfortável e apresenta um lado mais obscuro das pessoas. Os dias em que Senna e Isaac ficarão presos na casa, demonstra bastante isso. É impossível manter a esperança e a coragem quando não se tem perspectivas. Quando você vê a sua vida ir por um caminho sem volta, as decisões que você toma ganham proporções cada vez maiores.

Leia a resenha dele aqui no blog.

***

Essa é a minha lista. E você, tem algum livro que você gostaria que ganhasse uma adaptação? E o elenco? Quem você gostaria de ver na sua história preferida?